Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Acordo entre BRDE e Embrapa leva mais tecnologia ao campo

Publicação:

Acordo entre BRDE e Embrapa
Presidente do BRDE, Odacir Klein: "Estamos associando o que há de melhor em termos de novas tecnologias e conhecimento" - Foto: José Florêncio

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) estabeleceram convênio para fomentar pesquisas, crédito rural e suporte técnico aos produtores durante a Expointer. Complementando as atividades já desenvolvidas pelas duas instituições, o acordo prevê ações em um período inicial de três anos, a partir de 2017, por meio da Unidade Descentralizada Embrapa Clima Temperado, sediada em Pelotas.

O convênio foi assinado pelo diretor-geral da Embrapa, Clenio Nailto Pillon, o presidente do BRDE, Odacir Klein, e o diretor de Planejamento, Luiz Corrêa Noronha, responsáveis pela Agência gaúcha do Banco. 

Odacir Klein destacou o valor de iniciativas como essa, que levam a inovação ao produtor rural. "Estamos associando o que há de melhor em termos de novas tecnologias e conhecimentos com apoio creditício de longo prazo", disse.

Segundo o diretor da Embrapa, o objetivo é caminhar de mãos dadas em eventos e outras frentes que sejam referência nas áreas tecnológica e tecno-científica. "Através dessa conexão entre o BRDE e a Embrapa, chegaremos aos consumidores finais: o empreendedor, o agricultor e o empresário, para facilitar ações nas cadeias produtivas, como projetos de energias renováveis, agroecologia e produção orgânica, entre outras possibilidades”, afirmou.

Também estiveram presentes os diretores de Acompanhamento e Recuperação de Créditos do BRDE, Neuto Fausto de Conto, de Santa Catarina, e o diretor de Operações, José Luiz Regiani, do Paraná.

Texto: Sylvia Bojunga/Ascom-BRDE
Edição: Rui Felten/Secom

Expointer 2016